Atendimento ao cliente
15 3033-8008

Termopar de Isolação Mineral com Tubo de Proteção Metálica - Série TMM

Os termopares desta série podem ser combinados com vários tipos de materiais dos tubos de proteção, que prolongam a vida útil do sensor, facilita a substituição do elemento sem a necessidade de paradas do processo.
Termopar de Isolação Mineral com Tubo de Proteção Metálica - Série TMM Termopar de Isolação Mineral com Tubo de Proteção Metálica - Série TMM Termopar de Isolação Mineral com Tubo de Proteção Metálica - Série TMM Termopar de Isolação Mineral com Tubo de Proteção Metálica - Série TMM
O termopar pode ser fornecido com tubo liso, bucha fixa com rosca ou com flange ajustável e pode ser montado com transmissor de temperatura analógico, microprocessado com ou sem comunicação e protocolos (para maiores informações, consulte o nosso depar tamento de vendas).

Diagramas Técnicos

Termopar de Isolação Mineral com Tubo de Proteção Metálica - Série TMM Termopar de Isolação Mineral com Tubo de Proteção Metálica - Série TMM Termopar de Isolação Mineral com Tubo de Proteção Metálica - Série TMM Termopar de Isolação Mineral com Tubo de Proteção Metálica - Série TMM

Tabelas

Característica da Bainha Metálica
Material Temperatura máx. recomendada Considerações gerais
Inox 304 900°C Boa resistência a corrosão, podendo ser usado em atmosfera oxidante,
redutora, neutra e no vácuo. Não recomendável o uso na presença de
enxofre ou chamas redutores
Inox 310 1100°C Boas propriedades de resistência a oxidação em altas temperaturas,
utilizável em atmosferas oxidante, redutora, neutra ou no vácuo. Bom
para uso em atmosfera sulfurosa.
Inox 316 900°C Maior resistência a corrosão do que o Inox 304, boa resistência a ácidos
e álcalis.
Inconel 600 1150°C Excelente resistência a oxidação em altas temperaturas. Seu uso em atmosferas
com enxofre deve ser evitado.
Aço Cromo 446 1100°C Excelente resistência à corrosão e oxidação em alta temperatura. Boa resistência
em atmosfera sulfurosas.
Nicrobell D 1250°C Excelente desempenho em ambiente oxidante e redutor no vácuo. Durabilidade e
resistência à tração superiores em altas temperaturas ao aço Inox 310 e Inconel.
Terasest 1260°C Excelente resistência mecânica a oxidação e corrosão em altas temperaturas,
superiores ao aço inox e ligas de alto teor de níquel, excelente resistência em
atmosfera carbonizantes, redutores e vácuo
Notas:
Notas
1 - A temperatura máxima de utilização recomendada, varia dependendo das condições do ambiente de medição,
do tipo e diâmetro da bainha do termopar.

2 - Outros tipos de materiais podem ser fornecidos sob consulta.

Características dos tubos de proteção metálicos
Material Temperatura máx. aplicação Características
Aço carbono 550°C Satisfatório resistência a corrosão, pode-se utilizar em atmosferas oxidantes
e redutoras, porém em período de tempo menor.
Ferro fundido
nodular (perlítico)
700°C Utilização em metais não ferrosos.
Aço inox 304 900°C Boa resistência a oxidação e corrosão. Não é recomendado para uso na presença de
enxofre ou chamas redutoras. Sujeitos a corrosão por pit.
Aço inox 316 900°C Contém Mo, resistência superior ao aço inos 304, ácidos e álcalis.
Aço cromo 446 1100°C Excelente resistência a corrosão e oxidação em alta temperatura, boa resistência em
atmosfera sulfurosa. Aplicações em fornos de tratamento térmico.
Inconel 600 1150°C Excelente resistência a oxidação em alta temperatura, boa resistência à corrosão, não
dever ser utilizado em atmosfera contendo enxofre (sulfurosas) acima de 500°C
Aço inox 310 1100°C Boa resistência mecânica, excelente resistência a corrosão. Não é recomendado
para utilização em atmosferas sulfurosas.
Nicrobell D 1250°C Excelente resistência mecânica, a oxidação e corrosão. Não é recomendado para utilização
em atmosferas sulfurosas.
Terasest 1260°C Excelente resistência a oxidação, corrosão e mecânica em alta temperatura, superiores ao
aço inox e ligas de alto teor de níquel, excelente resistência em atmosferas carbonizantes,
redutoras e vácuo.
Notas:
Notas
1 - Informações apenas de caráter orientativo. Para especificar corretamente os tubos de proteção metálicos, devem-se levar em consideração vários fatores que possam influir nas suas condições de uso, como temperatura, atmosfera de instalação, método de instalação, vibrações, velocidade de fluido, etc.

2 - A temperatura máxima de utilização caria dependendo das condições do ambientes de medição, do tipo e bitola do termopar.

3 - Deve ser dada uma atenção especial no comprimento de imersão devido à alta condutibilidade térmica do tubo de proteção metálico.
Para minimizar o erro condução de calor, é recomendado um comprimento mínimo de 10 a 15 vezes o diâmetro do tubo.

4 - Outra considerações importante é o local de instalação do tubo de proteção. Deve estar localizada onde a velocidade do fluido é o mais alto possível para melhor tempo de resposta e exatidão. A transferência de calor no espaço entre o termopar e a parede tubo normalmente, é um fator importante no aumento do tempo de resposta.

5 - Em aplicações de alta temperatura, recomenda-se a instalação na posição vertical para evitar a flexão do tubo de proteção.

6 - Outros tipos de materiais podem ser fornecidos sob consulta, como: Hastelloy, alloy 800, titânio, monel, etc.

Temperatura máxima de utilização x diâmetro externo do termopar
Diâmetroda
bainha (mm)
Temperatura (°C)
T J E K / N
0,5 260 260 300 700
1,0 260 260 300 700
1,5 260 440 510 920
3,0 315 520 650 1070
6,0 370 720 820 1150
Notas:
Notas
1 - Esta tabela não leva em consideração as limitações ambientais e de temperatura do material da bainha.

Folders

Orçamento


Alutal ® - Todos os direitos reservados - 2016

Proibida a reprodução do conteúdo original Alutal sem previa autorização.

by Mind Design
Topo