pressao nivel temperatura vibracao fluxo Alutal Measure & Trust alutal brazil spain usa calculator caret-left caret-right facebook-square Início linkedin phone whatsapp whatsapp-square youtube angle-down search bars industrias exclamation-circle united-eletric metrix magnetrol servicos gases
15 3033-8008
Descubra qual o melhor Termopar

Descubra qual o melhor Termopar

A Alutal é pioneira em sensores de temperatura, como termopares e termorresistências, sendo referência hoje em todo Brasil e exterior.

Além da preocupação com a excelência nos serviços e produtos a Alutal está preocupada em criar conteúdo técnico de qualidade, com informações confiáveis e precisas para toda comunidade.

Assista abaixo o primeiro vídeo da série, assine nosso canal do YouTube para receber novos conteúdos.

Não pode dar o play agora? Leia abaixo a transcrição do vídeo.

Fala pessoal, tudo bem? Eu sou o Guilherme. E este é o canal Dicas de Pirometria, onde a gente vai estar sempre conversando com vocês.

Falaremos em como utilizar os sensores de temperatura, quais são suas melhores aplicações para cada tipo de sensor e como solucionar problemas complexos de uma forma simples.

Hoje a gente vai ver de uma questão que muitos clientes perguntam e que é dúvida de muitos engenheiros e profissionais da área de automação.

Qual que é o melhor termopar?


Na verdade o melhor termopar é aquele que melhor se adéqua a sua aplicação ou seja não tem uma resposta exata, cada processo é muito distinto um do outro.

Em determinado processo você precisa de uma precisão específica, num outro processo, o tempo de resposta ou seja a velocidade que o sensor vai reagir à mudança do meio é mais importante, num outro, pode ser que você tenha ácido ou um gás corrosivo que vai atacar o seu sensor.

Assim em determinado processo, ou de um processo para o outro cada sensor de temperatura deve ser feito sob medida para sua aplicação.

Por exemplo, se você já trabalhou com termopares ou com sensores de temperatura sabe que existem os vários tipos, como o termopar tipo K, tipo R, tipo S, tipo B e cada um trabalha dentro de um range de temperatura.

O que eu quero colocar pra vocês é que não necessariamente um termopar tipo S que atinge uma temperatura de 1.350 ºC é melhor para aplicar que um termopar J, por exemplo, que vai até 450 ºC.

Em certas aplicações, obviamente dentro daquele mesmo range de temperatura, o termopar tipo J pode ser que trabalhe melhor até os 450 ºC enquanto que o S em altíssimas temperaturas ele vai ter um desempenho melhor.

Isso é só uma característica, só o tipo do termopar mas outras coisas com o tipo da bainha que ele está, qual que é o tipo de construção, se ele é de isolação mineral ou convencional, se ele é angular, se ele tem tubo de proteção cerâmica e infinitas outras possibilidades de configuração vão determinar o melhor tipo de sensor para o seu processo.

Sendo assim, sempre que você precisar de um sensor de temperatura dentro de uma aplicação onde você não conhece ou você sabe que está tendo um baixo rendimento, que está insatisfeito procure consultar na internet, nos sites dos fabricantes ou mesmo fique a vontade para ligar ou mandar um e-mail para o ajuda@alutal.com.br. A gente vai ter o maior prazer em te ajudar. Valeu pessoal, até a próxima.

Veja também:

Wiki Alutal

Linha de termopares

Alutal Temperature
Publicado por: Assessoria de Imprensa Alutal em:2019-11-07