Alutal Measure & Trust

Termopar / Termorresistência / Sensor de Temperatura para Medição em Tanques de Bebidas

Os sensores da Série TRS 11 / 12 / 13 possuem precisão mínima de 0,5 ºC e podem ser instalados em poços de proteção para rápida substituição em caso de falha no sensor. Com bainha em aço inoxidável como padrão, são indicados para processos de medição direta na preparação/distribuição das bebidas. Os sensores com pote de ligação Série TRS11 (sem cabeçote) são mais indicados para tanques de cerveja e outras bebidas geladas devido à necessidade do uso com isolantes contra umidade. Sendo assim o comprimento do cabo deve ser especificado no pedido.

solicitar orcamento

O produto

Sensores com montagem de cabeçote podem condensar umidade no interior do invólucro, levando às medições instáveis e incorretas.

Sensores da Série TRS13 (com cabeçote grande) possuem como possibilidade a instalação de Transmissores de Temperatura nos seus cabeçotes. Observar para que o Sensor de Temperatura com cabeçote não seja utilizado em ambientes de condensação, uma vez que o sensor pode sofrer interferência da umidade do ambiente que é instalado.

POR QUE SÃO UTILIZADOS TRANSMISSORES DE TEMPERATURA?
Transmissores de Temperatura são, por definição, dispositivos eletrônicos que convertem o sinal dos sensores de temperatura e o convertem em sinal analógico que é transmitido para o instrumento de leitura. Mas o porquê do seu uso?

Listamos alguns motivos abaixo:

1) Distância e Custo – Um transmissor de temperatura não possui limite físico de distância entre sensor e instrumento, uma vez que o sinal do termopar / RTD é amplificado e transformado em corrente elétrica (4 ~ 20 mA). No caso de termopares e termorresistências, mesmo com o uso de cabos apropriados e especiais esse limite é relacionado de 200 a 300 metros, dependendo da característica do Sensor e Instalação. Os custos de cabos de Instrumentação para Retransmissão são também normalmente menores que o custo de um cabo de termopar.

2) Sensor Inteligente – 
Sensores com comunicação com Protocolo HART®, Modbus® e Profibus® podem ter funções especiais, como Auto Checagem, manutenção do Valor lido e Alarme em Caso de Ruptura do sensor, entre outros.

3) Universalidade de Sinal – 
Um transmissor de temperatura converte o sinal do sensor para sinais universais de Instrumentação. Como existem muitos tipos de sensores de temperatura, termopares e termorresistências, a possibilidade de flexibilizar Sensor x Instrumento em uma malha de controle grande é muito maior.

solicitar orcamento
diagramas técnicos
folders
tabelas
Array
TRS11 - Termorresistência reto com pote
Array
TRS12 - Termorresistência reto com cabeçote miniatura
Array
TRS13 - Termorresistência reto com cabeçote grande

Tabela Especificação em Português / Specifications Table in English

Prefixo Calibração Ligação Terminal Diâmetro

Haste (mm)
Comprimento

Haste (mm)
Conexão Rosca Comprimento

Cabo (mm)
Opções
TRS 11 – B Termorresistência PT100 (Faixa de -40 até 250°C) precisão +/-0,4°C com pote de ligação 2 – 2 Fios

3 – 3 Fios

4 – 4 Fios
PL – Pote Liso

PRM8 – Pote roscado M8

PRM10 – Pote

roscado M10
30 – 3

47 – 4,7

60 – 6

80 – 8

100 – 10

120 – 12
Especificar NX (Sem conexão)

RFC (Fixa)

BA (Bucim Ajustável)
000 (SEM ROSCA)

10B – 1/8″BSP

10N – 1/8″NPT

14B – 1/4″BSP

14N – 1/4″NPT

21B – 1/2″BSP

21N – 1/2″NPT

27B – 3/4″BSP

27N – 3/4″NPT
Especificar

NX – Sem cabo
P04 – Trança em

aço de inox

RBC – Certificado

RBC em 3 pontos

TTM – Transmissor de Temperatura Microprocessado

Nota: Informar a

faixa de calibração

do transmissor
TRS 12 – B Termorresistência PT100 (Faixa de -40 até 250°C) precisão +/-0,4°C cabeçote miniatura KSB 21 – Cabeçote em plástico industrial miniatura (Baquelite) com saída elétrica de½” BSP

KSE 21 – Cabeçote em alumínio miniatura com saída elétrica de½” BSP
TRS 13 – B Termorresistência PT100 (Faixa de -40 até 250°C) precisão +/-0,4°C com cabeçote grande KNB 21 – Cabeçote em plástico industrial (Baquelite) com saída elétrica de½” BSP


KNE 21 – Cabeçote em alumínio com saída elétrica de½” BSP

Prefix Calibration Link Terminal Rod Diameter
(mm)
Rod Length (mm) Connection Screw Cable Length (mm) Options
TRS 11 – B RTD PT100 (range -40 to 250 ° C) accuracy +/- 0.4 ° C with connection pot 2 – 2 Wires

3 – 3 Wires

4 – 4 Wires

PL – Flat Pot

PRM8 – Pot threaded M8

PRM10 – Pot
threaded M10

30 – 3
47 – 4,7
60 – 6
80 – 8
100 – 10
120 – 12

To specify NX (No connection)

RFC (Fixed)

BA (Adjustable Gland)

000 (THREADLESS)
10B – 1/8 “BSP
10N – 1/8 “NPT
14B – 1/4 “BSP
14N – 1/4 “NPT
21B – 1/2 “BSP
21N – 1/2 “NPT
27 B – 3/4 “BSP
27N – 3/4 “NPT
To specify

NX – No cable

P04 – Braids in
Stainless steel

RBC – Certificate
RBC 3 points

TTM – Temperature Transmitter Microprocessor

Note: Inform
calibration range
transmitter

TRS 12 – B RTD PT100 (range -40 to 250 ° C) accuracy +/- 0.4 ° C miniature head KSB 21 – miniature industrial plastic head (Bakelite) with de½ electrical outlet “BSP

KSE 21 – Head miniature aluminum de½ electrical outlet “BSP

TRS 13 – B RTD PT100 (range -40 to 250 ° C) accuracy +/- 0.4 ° C with large head KNE 21 – Head in industrial plastic (Bakelite) with de½ electrical outlet “BSP

KNE 21 – head in aluminum with de½ electrical output “BSP

100%

Autossustentável energeticamente

+4500

Clientes ao redor do mundo

ISO 9001

Certificada desde 2006

+5000

Peças entregues mensalmente

Solicitar seu orçamento
Solicitar o seu orçamento

    Houve uma falha no envio Envio realizado com sucesso